Projeto C.I.E.N.CI.A

APRESENTAÇÃO

O Projeto C.I.E.N.CI.A. (Centro de Investigações e Estudos Neofilosóficos de Ciências Avançadas) da Ananda – Escola e Centro de Estudos, é um programa de instruções, orientações e indicações acerca da construção de um núcleo de ensino e pesquisa científica, no qual objetiva, dentre muitos, auxiliar aos educandos da Escola acerca do saber elaborar, construir e/ou executar, enfim, do saber realizar suas Pretensas Obras.

Em 1996, ano de fundação da Ananda – Escola e Centro de Estudos, a sua equipe pedagógica elaborou o Projeto de um Centro de Investigações e Estudos Neofilosófico de Ciências Avançadas, que passou a ser chamado de Projeto C.I.E.N.CI.A. No ano de 2000, após mudar de sede, iniciou-se a construção do laboratório de pesquisa no qual foi implementado em 2001, sob a coordenação da Pedagoga Larissa Alessandra Soares da Cunha Torres, e posteriormente, em 2003, sob a coordenação da educadora Ana Lúcia Oliveira da Cruz, contando com a consultoria da Bióloga Profª Drª Rejâne Maria Lira da Silva.

Contando com a parceria de diversos profissionais, das mais variadas áreas do conhecimento, o Projeto C.I.E.N.CI.A. vem consolidando o seu trabalho junto a comunidade Escolar, dentro e fora dos muros da Escola. Como fruto destas relações, nasce uma nova parceria da UFBA com o Projeto C.I.E.N.CI.A., sendo desta vez com a Escola de Nutrição. O Projeto de Extensão “Alimentação Saudável na Escola “, desenvolvido pela Nutricionista Profª Lílian Lessa Andrade, desde 2007, até a atualidade.

Desde a sua implementação, em 2001, os educandos/pesquisadores vêm apresentando a “Linha do Tempo” das profissões pesquisadas e a “Coleção Novos Construtores”, desenvolvendo mini-palestras, seminários, oficinas, dentre outras atividades, em simpósios, congressos, etc.

A nossa história continua sendo escrita…

Código de Ética

O caos e a desordem instaurados na sociedade é algo visível e inegável. A ciência oficial continua fragmentada, ocupada em especializar o homem e torná-lo técnico. Pensando em questões como estas, os educandos/pesquisadores do Projeto C.I.E.N.CI.A. elaboraram um código de ética que norteia a convivência harmoniosa entre eles e os demais educandos, entre eles e os educadores e funcionários da Escola , entre eles, visitantes e orientadores.

Ser é estar em relação e não existe uma coisa tal como viver no isolamento. É a falta de relações corretas que gera conflitos, angústias e lutas. Por menor que seja nosso mundo, se pudermos transformar nossas relações dentro desse pequeno mundo, essa transformação qual onda sonora ir-se-á dilatando constantemente, no mundo exterior. (KRISHNAMURTI, 1998).

Terão acesso às atividades do Projeto os educandos matriculados, visitantes, colaboradores, orientadores e convidados, com autorização prévia da direção da Escola .

Não será permitido durante o horário de aula:

  • Uso de chapéus, gorros, bonés, etc.;
  • Cabelos grandes soltos (prender durante as atividades por questão de segurança);
  • Uso de bermudas, shorts, saias, camisetas decotadas e sandálias (também por questão de segurança);
  • Lanchar dentro da sala. O lanche deverá ser feito em local adequado.
  • Durante as pesquisas de campo os lanches e a água deverão ser levados de casa, em recipiente adequado, para evitar possíveis transtornos.

Direitos dos Educandos

  • Ser acolhido com respeito e dignidade;
  • Usufruir todos os benefícios, em igualdade de condições;
  • Receber as orientações necessárias para o belo realizar de suas atividades;
  • Ter acesso às instalações do Projeto, desde que estejam credenciados;
  • Participar dos eventos promovidos pelo Projeto sejam eles de pesquisa e/ou extensão;
  • Escolher as pesquisas e atividades práticas a realizar, desde que justifique tal realização;
  • Usufruir o direito de ser orientado por um tutor.

Deveres dos Educandos

  • Uso do jaleco da instituição;
  • Uso de tênis ou sapato fechado;
  • Uso devido e regular do material individual, tais como, régua, lápis, borracha, caneta, apontador ou lapiseira com grafite, etc.;
  • Ser assíduo e pontual às atividades;
  • Respeitar a todos indistintamente;
  • Portar-se convenientemente em todas as dependências da Escola ou quando representando a mesma;
  • Zelar pela conservação de tudo que é de uso coletivo e responsabilizar-se pelos danos que, porventura, causar.
Metodologia

PROCEDIMENTOS NA REALIZAÇÃO DOS TRABALHOS

Etapas de trabalho – ao iniciar as pesquisas no Projeto C.I.E.N.CI.A o educando realizará as seguintes etapas:

  • Elaborar o seu projeto de vida (pessoal, profissional e espiritual);
  • Escolher uma profissão que deseja pesquisar;
  • Definir os objetivos dessa pesquisa;
  • Pesquisar sobre a profissão e elaborar um quadro de tirocínio seguindo as normas da Metodologia Científica (objeto, finalidade, justificativa, fundamento, métodos, recursos e referências);
  • Definir um tema de pesquisa (relacionado com a profissão escolhida);
  • Elaborar um mini-projeto de pesquisa;
  • Elaborar o livro eletrônico “Os Novos Construtores” da profissão (profissionais e estudiosos que colaboraram com a evolução da mesma);
  • Em paralelo a esta pesquisa, o educando deverá escolher e realizar experimentos estabelecendo uma relação entre eles e a profissão pesquisada. Estes experimentos podem ser criados por eles ou já existentes;
  • Analisar os resultados e registrar as etapas da realização dos experimentos em um formulário específico (estudo dirigido).

Atualidades Científicas – a cada dia os pesquisadores do Projeto C.I.E.N.CI.A. deverão trazer uma atualidade científica para expor e discutir em sala. O objetivo desta atividade é, dentre outros, tornar a Ciência mais próxima do nosso cotidiano.

Novas descobertas – a cada dia, ao término dos trabalhos, cada educando deverá citar para os demais as novas teorias, novas informações, ou novas descobertas realizadas em sala. O objetivo desta atividade é, dentre outros, possibilitar ao educando sistematizar o conhecimento, socializando-o, tempo em que, além de ampliar seus conhecimentos acerca do que foi pesquisado, possibilita aos demais conhecer outras áreas, outras profissões diferentes.

PESQUISAS DE CAMPO

Uma pesquisa de campo é um processo de construção do conhecimento que tem como principais objetivos gerar novos conhecimentos, corroborar ou refutar algum conhecimento pré-existente, e, principalmente, possibilitar o contato direto do pesquisador com o objeto pesquisado, permitindo confrontar teoria e prática.

Na realização das pesquisas referentes às profissões escolhidas pelos educandos faz-se necessárias visitas aos diferentes campos de atuação profissional que os permitam ter contato com os profissionais e as particularidades de tais profissões.

Quando necessária a realização das pesquisas de campo, a coordenação deverá enviar para os pais um comunicado sobre a mesma, explicitando os objetivos, local, data, hora de saída e de retorno e o valor referente ao custeio do transporte.

REGISTRO E ACOMPANHAMENTO DAS ATIVIDADES DIÁRIAS

Cada educando receberá um formulário que será anexado em sua pasta, no qual será preenchido com todas as atividades realizadas no dia. A coordenação ficará responsável por conferir e assinar tal formulário.

Todo material ficará a disposição dos pais no arquivo do Projeto. Caso desejem conferir, devem solicitar à coordenação do Projeto ou coordenação pedagógica da Escola .

USO DE LIVROS, REVISTAS, CD, DVD, COMPUTADOR E OUTROS MATERIAIS DE PESQUISA

Durante o período de aula o educando terá livre acesso a todos os materiais necessários a realização de sua pesquisa. Entretanto, para a retirada de qualquer material da sala de pesquisa o educando deverá solicitar através de CI (Comunicação Interna) informando o item retirado, data de retirada e de entrega.